Alunos do CEAP participam de pesquisa sobre azeite de oliva

Centro de Pesquisa investiga o produto relacionado à síndrome metabólica


Notícia publicada em 24/02/2017 19:16 -
Geral

          Uma pesquisa ainda na fase inicial que vem sendo desenvolvida pelo Centro de Pesquisa em Azeite de Oliva está envolvendo alunos do CEAP. O CEPAZO, criado dentro do Hospital de Caridade de Ijuí, que envolve, além do HCI, a Associação Riograndense de Olivicultores e conta com uma equipe multiprofissional, está investigando o uso do azeite de oliva e sua relação sobre a chamada síndrome metabólica.

          “A ideia do centro é investigar o azeite de oliva extra virgem sobre a saúde/doença de determinadas parcelas da população. Nesta pesquisa, especificamente, a investigação envolve crianças e adolescentes, na faixa etária de 10 a 16 anos, em que se vai estudar o azeite sobre a síndrome metabólica”, explica a nutricionista Francieli Aline Conte, que integra o Centro de Pesquisa.

          Nesta semana a nutricionista deu início à atividade na escola, desenvolvendo, conjuntamente com os professores de Educação Física, a avaliação inicial dos alunos. A partir da avaliação nutricional e da circunferência abdominal, alguns alunos serão convidados a participarem da fase seguinte da pesquisa, com exames bioquímicos que possam confirmar a síndrome. “A obesidade e a alimentação equivocada provocam alterações no corpo. E a síndrome metabólica se confirma quando três de cinco aspectos estão alterados: triglicerídios, colesterol, pressão arterial, glicose e obesidade abdominal”, salienta a profissional. Estão sendo envolvidos, no CEAP, alunos do 5º ano do Ensino Fundamental até a 2ª série do Ensino Médio. A nutricionista também está conversando com os pais dos alunos sobre a proposta e a importância da pesquisa.

Metodologia da Pesquisa – A presença da nutricionista do Centro de Pesquisa está sendo aproveitada, também, para as aulas de Metodologia da Pesquisa na 1ª série do Ensino Médio. A professora do componente curricular, Mariluza Lucchese, convidou Francieli Conte para conversar com os alunos sobre o projeto. Em aula, ela explicou os motivos e os objetivos da pesquisa. Também conversou sobre a importância do azeite de oliva na alimentação e falou sobre como se dará, na prática, a execução do projeto, envolvendo questões éticas, por exemplo.

          Para a professora Mariluza, o objetivo é “mostrar aos alunos como as pesquisas estão inseridas no cotidiano”. Neste sentido, profissionais pesquisadores de outras áreas, como economia, poderão ser convidados a interagirem com os alunos. “A ideia é que conheçam diferentes formas de pesquisa, métodos, e a prendam a extrair do cotidiano os dados e também os elementos que possam promover pesquisas”, complementa.  

Galerias de fotos


Veja mais


banda na Expo Ijuí 2017

Desfile da banda na Expo

Salão do Conhecimento - UNIJUI

CEAP participou do Salão do Conhecimento da UNIJUÍ com dois...

39ª ATESE em Santa Cruz do Sul- RS

O grupo de teatro " Perdidos no Palco " representou muito be...